A Jornada

Design Thinking

Propondo Soluções com foco no usuário

googleplus

O que é Design Thinking

O Design Thinking não é um método, não é uma metodologia, não é uma boa prática, ele é uma nova maneira de pensar, um modelo mental que nos ajuda a enxergar o mundo e seus problemas, sempre tendo como base para todo o trabalho. Design Thinking é uma abordagem centrada no humano para resolver problemas através da geração de novas ideias. É uma nova maneira de pensar os problemas e os desafios pautados em 5 fases e uma introdutória, o Briefing.


Todo o trabalho em projetos que utilizam o modelo DT como base é realizado sobre os três pilares:


Empatia

Colaboração

Experimentação

Para se ter sucesso em projetos aplicando o modelo DT, é necessário:

  • Bom entendimento do modelo DT com o Double Diamond.
  • Ambiente (salas) para as passos transitarem de maneira fácil.
  • Paredes ou áreas que facilitem a visualização das informações que são trabalhadas ao longo da sessão.
  • Grupos multidisciplinares, essa é a maior riqueza do modelo.

Etapas doDesign Thinking



Briefing



A primeira etapa que precede as fases do modelo DT, a equipe do projeto e o cliente devem compartilhar os objetivos do projeto, ou seja, apresentar o motivo pelo qual a equipe foi reunida, os times são apresentados e declarados a responsabilidade de cada um dentro do projeto. Concluído as atividades introdutórias e com os objetivos declarados, as duas partes utilizam essa etapa para compartilhar as restrições, premissas e alinhar as expectativas com relação ao resultado final do projeto.

A etapa de Briefing é de extrema importância para a sequência do projeto, é o momento para clarear pontos de dúvidas e declarar algumas “regras” que irão nortear as fases subsequentes.


  • galleryitem
  • galleryitem
  • galleryitem
  • galleryitem
  • galleryitem

Fase 1: Empatia

Empatia é o primeiro pilar que sustenta o modelo DT, sem ela nada acontece no Design Thinking, por isso ela é a primeira fase do modelo. A palavra empatia segundo definição do dicionário Aurélio significa:

“Forma de identificação intelectual ou afetiva de um sujeito com uma pessoa, uma ideia ou uma coisa.”

Sendo simples e direto, empatia é quando você se coloca no lugar do outro, sem seus preconceitos e achismos, mas aberto a viver e experimentar uma situação com as lentes do outro.



Diagrama de Ferramentas

Descrição das Ferramentas

checkmark

Pesquisa de Mesa: Ferramenta que tem como foco coletar mais informações sober o projeto/desafio. Ela pode ser feita utilizando recursos da internet, livros, revistas, etc.

checkmark

Personas: Ferramenta com personagens fictícios criados para representar os diferentes tipos de usuário dentro de um alvo demográfico, atitude e/ ou comportamento definido.

checkmark

Sombra: Ferramenta utilizada para observação do comportamento do usuárop da vivência do uso/consumo de uma experiência de serviço ou produto.

checkmark

Entrevistas: Ferramenta com objetico de coletar informações e percepções do usuário a respeito de um produto ou serviço.

checkmark

Pesquisa de Campo: Ferramente de etnografia utilizada para coletar informações sobre o desafio.

checkmark

Um dia na Vida: Ferramenta onde um integrante do projeto vive as mesmas experiências do usuário, não como observador, mas como executor.

Gostou do que viu até agora? Que tal aprender Mais sobre Design Thinking?

Fase 2: Definição

Com base no que foi descoberto na fase anterior, mas ainda se aprofundando no desafio proposto, agora é o momento de sintetizar as informações, as necessidades e percepções coletadas.
A fase de Definição no Modelo DT é utilizada para revisitar o desafio proposto no início do projeto e com base em tudo que foi coletado na fase de Empatia validar se ele ainda é aderente com a real necessidade do usuário, caso não seja, a equipe do projeto deve estabelecer um novo ponto de vista, que será utilizado como ponto de partida para as próximas fases do projeto.


Descrição das Ferramentas

checkmark

Jornada do Usuário: Ferramenta com uma série de etapas (normalmente entre 4 a 12) onde se representa o cenário em que o usuáriodeve interagir com o produto/serviço que está sendo projetado.

checkmark

Diagrama de Afinidade: Ferramenta que tem como objetivo agrupar um grande número de ideias, opiniões e informações que foram coletadas nas entrevistas conforme a afinidade.

checkmark

Blue Print: Ferramenta utilizada para mapear as conexões existentes de um serviço/processo e apresentar a visão futura.

checkmark

Mapa de Empatia: Ferramenta que permite que você estruture uma descrição coerernte e que seja fácil de compartilhar com outras pessoas.

Diagrama de Ferramentas

Gostou do que viu até agora? Que tal aprender Mais sobre Design Thinking?

Fase 3: Ideação

Chegou o momento de passar a olhar e pensar na solução, na fase de Ideação a equipe do projeto começa a gerar ideias com foco em resolver o desafio proposto para o projeto, agora é hora de quantidade, nada de julgamentos, apenas trabalho em equipe gerando ideias de maneira co-criativa.


Diagrama de Ferramentas

Descrição das Ferramentas

checkmark

Ponto de Vista Análogo: Ferramenta onde podemos utilizar ambientes análogos ao que está em foco no projeto para gerarmos ideias.

checkmark

Brainstorm: Ferramenta amplamente utilizada que tem como objetivo principal gerar o maior volume de ideias em um determinado período de tempo.

checkmark

Workshop de Co-Criação: Ferramenta utilizada para co-criação, reunimos diferentes perfis de pessoas com objetico de gerar ideias a partir de ideias que já foram geradas, criando o círculo vistuoso.

checkmark

Matriz 2x2: Ferramenta onde são inseridas características opostas em cada extremidade. Feito isso as ideias são classificadas tendo como base o conhecimento do time e pode ajudar na geração de novas ideias.

Gostou do que viu até agora? Que tal aprender Mais sobre Design Thinking?

Fase 4: Prototipação

Na prototipação, o foco é tirar as ideias do campo do papel e torna-las reais, mas importante ter em mente que isso não deve ser feito com alta fidelidade, nada rebuscado, estamos falando de Design Thinking, onde aplicamos o conceito de aprender fazendo, ou seja, os protótipos devem ser criados de maneira rápida e com pouca qualidade e principalmente que ele seja fácil de ser alterado, após contato e feedback do usuário.

O objetivo é validar se a ideia está fazendo sentido para o usuário que fará uso da solução.


Descrição das Ferramentas

checkmark

Storytelling: Ferramenta utilizada para contar histórias de maneira lúdica envolvendo os ouvintes através de cenários que demonstam a solução proposta.

checkmark

Protótipo para teste: Ferramenta utilizada para trazer ideias que estão no campo abstrato e pode ser feito de diferentes formas, blocos Lego, massas, encenação, aplicativos mobile.

checkmark

Vídeo: Ferramenta utilizada para demonstrar ideias geradas pela equipe do projeto, podem ser animações, trechos de filmes, encenações que demonstrem a utilização de um produto ou serviço.

checkmark

Protóripo de Serviço: Ferramenta semelhando ao Protóipo para teste, mas com foco na jornada do serviço, onde são demonstradas as principais interações ao longo do ciclo do serviço.

Diagrama de Ferramentas

Gostou do que viu até agora? Que tal aprender Mais sobre Design Thinking?

Fase 5: Testes

Testar o protótipo é tão importante quando fazer o protótipo. Esse é um dos momentos mais ricos do modelo e é também o terceiro pilar de sustentação dele, o pilar da Experimentação. Nesse momento é importante convidar o usuário para testar a solução criada e principalmente ouvir o usuário e o que ele tem para contribuir conosco.

Diagrama de Ferramentas

Descrição das Ferramentas

checkmark

Eu gostei, eu desejo, e se?: Ferramenta muito simples de ser aplicada e que visa coletar o feedback após o uso do serviço ou produto através das três perguntas: O que você gostou? O que deseja? E se...?

checkmark

Feedback Capture Grid: Ferramenta simples onde são coletados o feedback do usuário da solução no momento em que ele está experimentando ela. Um membro da equipe do projeto vai coletando essas informações e registrando na ferramenta.

Gostou do que viu até agora? Que tal aprender Mais sobre Design Thinking?

Curso Jornada Design Thinking

O treinamento Jornada Design Thinking foi elaborado tendo como base o modelo Design Thinking criado pela DSchool, a escola de design de Stanford. Todo o conteúdo desse treinamento foi planejado para que o aluno aprenda fazendo onde 80% do tempo do treinamento é composto por oficinas práticas onde o aluno poderá experimentar as ferramentas que suportam as fases do modelo.

Grade do Curso

checkmark

Apresentação do Modelo Design Thinking

  • Histórico do Modelo DT e aplicação nas empresas
  • Fases e Double Diamond
checkmark

Briefing

  • Construção do desafio do treinamento
  • Oficina de aplicação da ferramenta CSD
checkmark

Empatia

  • Significado de empatia na prática
  • Apresentação das ferramentas
  • Oficina de aplicação das ferramentas Entrevistas e Personas
checkmark

Definição

  • Trabalhar o Ponto de Vista
  • Oficina de aplicação das ferramentas Jornada do Usuário e Mapa de Empatia
  • Apresentação das ferramentas que apoiam a fase de Definição
checkmark

Ideação

  • Conceitos sobre a Ideação e como aplicar de maneira consistente
  • Oficina de aplicação das ferramentas Brainstorming e Co-criação
  • Ferramentas que apoiam a fase de Ideação
checkmark

Prototipação

  • Conceitos sobre a Prototipação e aplicação
  • Apresentação de ferramentas
  • Oficina de aplicação das ferramentas Storytelling e Protótipo para Teste
checkmark

Teste

  • A importância de testar o protótipo e a solução
  • Ferramentas que apoiam a fase Teste
  • Oficina de aplicação de ferramentas/li>



Calendário com as próximas turmas:

Início

Término

Dias

Horário

19/11/2016 03/12/2016 Sábados 09:00 as 16:45
28/11/2016 02/12/2016 Segunda a Sexta 18:30 as 22:30
- - - -
- - - -

Gostou do que viu até agora? Que tal aprender Mais sobre Design Thinking?

Mais Informações Contate-nos

Se você deseja aprender mais sobre Design Thinking e tem interesse em nosso curso, envie-nos uma mensagem e esclareceremos todas as suas dúvidas!

10% OFF
Desconto no Curso, Válido para quem Preencher o Formulário ao Lado



Informações de Contato

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta: 8:30 às 18:00
Horário de Treinamento: Segunda a Sexta: 8:30 às 22:30 | Sábado: 8:30 às 17:30


Address
Rua Frei Caneca, 558 23º Andar - Consolação - São Paulo
email
(11) 3385-1400
phone
contato@viatraining.com.br

Mídias Sociais

facebook
twitter
behance
dribbble
linkedin